menu

Ainda não sabe para onde ir?
Veja nossas dicas de viagem:

Para a Família
Para a Galera
Para Relaxar
Agito e Curtição

4 dicas de como fazer a declaração de imposto de renda do seu imóvel de temporada

11 de Agosto de 2021 - Tempo de Leitura:


  Compartilhar Whatsapp, Facebook

4 dicas de como fazer a declaração de imposto de renda do seu imóvel de temporada

As dúvidas sobre como fazer a declaração de imposto de renda do imóvel de locação por temporada são grandes, afinal de contas estamos falando de um modelo de mercado muito novo em nosso país e nós sabemos que tudo o que é novidade gera dúvida. 

Pensando nisso, hoje vamos trazer algumas dicas práticas, para te ajudar na hora de fazer sua declaração de imposto de renda. Então se você tem um imóvel de locação por temporada, sugiro que reserve alguns minutos para ler este blog, pois tenho certeza que será muito util. 

1. Calculo para a declaração 

Nem todos os proprietários de imóveis de locação por temporada, precisarão fazer algum recolhimento de imposto de renda sobre ele, afinal existe um cálculo para ser feito para então saber se aquele rendimento deve ou gerar recolhimento. 

É necessário analisar da seguinte forma: Valor recebido a título de aluguel - despesas do imóvel (condomínio, Iptu e etc.) = valor líquido das locações. Ao finalizar esse cálculo, caso o valor líquido seja superior a R$1903,00 provavelmente você terá valores para recolher referente ao imposto de renda. 

Para essa etapa, você deverá lançar todos os valores em uma guia chamada: Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoas Físicas e do Exterior Pelo Titular. Caso o resultado seja superior ao mencionado, ou seja R$ 1903,00, será gerado um DARF para pagamento até o fim do próximo mês.

Leia também: 4 Maneiras de rentabilizar seu imóvel de temporada durante a pandemia

2. Quando Recolher

Para saber quando você deve recolher, primeiro é necessário entender os casos em que geram o recolhimento do imposto, então vamos lá. Sempre que o imóvel tiver valor superior a R$ 300.000,00 será necessário recolhimento. O mesmo vale renda mensal líquida superior a R$ 1903,00 e também para quando a renda anual for superior a R$ 28.000,00.

Sabendo isso, agora vamos aos tipos de recolhimento. No primeiro caso, onde o valor do imóvel é superior a R$ 300.000,00 o recolhimento deverá ser realizado de forma anual, por pelo menos um dos proprietários do imóvel. 

Agora ao que se refere ao rendimento mensal e ao rendimento anual, essas declarações são realizadas mensalmente através do Carnê Leão, ou seja, do programa da Receita Federal. Lembrando que a DARF é gerada automaticamente quando os valores líquidos mensais são superiores aos R$ 1903,00. 

Leia ainda: Aplicativo TemporadaLivre: O controle dos seus aluguéis ao alcance de suas mãos

3. O que deduzir do valor

Nós sabemos que nem tudo são flores e que apesar de um imóvel de locação por temporada ser muito vantajoso financeiramente, ele gera alguns gastos que são necessários. Afinal ninguém quer alugar um imóvel de temporada que não esteja em boas condições. 

Então uma sugestão  é utilizar esses gastos para fazer uma dedução do valor, mas para que isso dê certo, você precisará guardar todos os documentos que comprovam tais gastos, como comprovantes de pagamento, notas fiscais e etc. 

Para facilitar ainda mais, vamos listar alguns valores que podem ser deduzidos: Condomínio, água, luz, internet, IPTU, despesas para o anúncio do imóvel, etc. 

Leia mais: Reforme na baixa, fature na alta: o reality Netflix sobre aluguel de temporada

 4 dicas de como fazer a declaração de imposto de renda do seu imóvel de temporada  - Foto: StockSnap por Pixabay 

4. Informações adicionais

É muito importante que você entenda que cada tipo de negociação gera um procedimento diferente, então caso quando você alugar seu imóvel para uma pessoa física, a declaração será de uma forma e quando alugar para pessoa jurídica a declaração será de outra forma. 

Então apesar de todas as explicações que trouxemos aqui, sabemos que trata-se de uma modalidade nova, que pode sim gerar dúvidas. Nesse caso, a melhor opção é contratar um contador para te ajudar com as declarações, afinal de contas, estar com a receita em dia é fundamental para o seu negócio ir bem. 

Leia também: 5 razões para ter uma casa de férias

Onde anunciar

Agora uma dica importante, para que seu imóvel tenha um ótimo rendimento mensal, que tal anunciá-lo com o maior portal de locação por temporada do Brasil?

Acesse agora mesmo o site www.temporadalivre.com ou baixe o APP TemporadaLivre e anuncie seu imóvel com a gente. 

Lembrando que todos os imóveis anunciados no TemporadaLivre são de anunciantes 100% verificados e você conta com a nossa garantia de segurança na locação!

Outra novidade do TemporadaLivre é que agora nós mostramos as localidades próximas do viajante e com isso, seu imóvel pode ter ainda mais acessos também por aqueles que estão mais perto dele. 


Editar post

Veja os post mais lidos do TemporadaLivre!

Protocolo sugerido de Higienização TemporadaLivre 2021

Protocolo sugerido de Higienização TemporadaLivre 2021

06/04/2021
Confira agora mesmo as datas dos feriados prolongados de 2020!

Confira agora mesmo as datas dos feriados prolongados de 2020!

24/12/2019
Conheça os principais pontos turísticos de Camaçari - Bahia

Conheça os principais pontos turísticos de Camaçari - Bahia

06/12/2019
Cresce o uso da internet para a busca de hospedagens

Cresce o uso da internet para a busca de hospedagens

11/11/2019
divisor de conteúdo