menu

Ainda não sabe para onde ir?
Veja nossas dicas de viagem:

Para a Família
Para a Galera
Para Relaxar
Agito e Curtição

Coronavírus e o turismo: O impacto para o Aluguel de Temporada

16 de Abril de 2020 - Tempo de Leitura:


  Compartilhar Whatsapp, Facebook

Coronavírus e o turismo: O impacto para o Aluguel de Temporada

Nos últimos meses a ameaça do novo coronavírus tomou conta de todo o mundo. Países dos quatro cantos do globo sofrem com as consequências da pandemia e, na tentativa de minimizar seus efeitos, várias medidas de contenção foram criadas. Um dos primeiros setores a sentir os impactos gerados pelo vírus foi o setor do turismo. Cidades do mundo todo criaram barreiras, reduzindo o número de visitantes, aliada a uma recomendação quase que generalizada de ficar em casa, reduzindo viagens não-essenciais. 

Nas últimas semanas, o Brasil também passou a contabilizar o aumento de casos de COVID-19 no país, o que fez com que a grande maioria dos municípios brasileiros também precisassem criar medidas de controle da contaminação, adotando ações de isolamento social.

A princípio, vários eventos foram cancelados ou adiados em todo o país. Depois, vários comércios tiveram que ser fechados, assim como a solicitação para que pessoas não circulassem nas ruas sem uma real necessidade. Por fim, voos foram cancelados e algumas cidades fecharam os seus acessos, não permitindo a entrada de turistas. Com isso, pessoas que atuam na área de turismo em todo o Brasil passaram a sentir os impactos de forma mais imediata do que outros setores. 

O ramo do Aluguel de Temporada foi particularmente impactado, pois durante uma crise de saúde, como a pandemia do coronavírus, as viagens são as primeiras atividades a serem desaconselhadas. Assim, houve uma considerável queda pela procura de imóveis, que no TemporadaLivre está atingindo cerca de 55% na comparação Ano x Ano, assim como o cancelamento ou adiamento de estadias já reservadas. Além disso, é importante ressaltar que boa parte das pessoas que atuam nesse segmento são autônomos e, portanto, a falta da renda extra gerada pelos aluguéis traz consequências imediatas. 

Coronavírus e o turismo: O impacto para o Aluguel de Temporada

Uma boa notícia

Em meio a tantas notícias desanimadoras, também é preciso enxergar "a luz no fim do túnel". Nossos dados mostram que a procura por imóveis para o período de alta temporada, como no final do ano, ainda estão ocorrendo com volume elevado. Muitos turistas ainda estão em busca de destinos e lugares para hospedagem para o verão e para as festividades de fim de ano, o que dão um gás à mais ao setor, em sua época de maior faturamento. 

Inclusive, a orientação é para que realizem o adiamento das reservas, escolhendo outras opções de datas, ao invés dos cancelamentos, pois percebe-se que o interesse dos turistas não cessou, tendo apenas a necessidade de uma adequação para um momento mais propício. 

Segundo as expectativas dos especialistas, é que no segundo semestre já tenhamos uma melhora significativa. Inclusive, em recente entrevista realizada pelo Secretário de Turismo de Gramado (RS), Rafael Carniel de Almeida, ao Diário do Turismo, a cidade tem boas expectativas para o segundo semestre, até mesmo com eventos programados para esse período. 

O Governo do Estado do Paraná também vem aconselhando que empresas do ramo do turismo conversem com os turistas, negociando adiamentos e remarcações de viagens, e não o cancelamento. "Essa crise vai passar e o sonho de uma viagem pode ser realizado no futuro. O diálogo entre os envolvidos, buscando remarcar e não cancelar, é muito importante”, aponta o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Paraná, Márcio Nunes.

Ou seja, espera-se que a atual pandemia no Brasil não gere muito impacto durante a alta temporada de 2020 e 2021, considerada entre os meses de Outubro e Fevereiro, e que tenha-se uma grande procura e uma alta do turismo durante esse período.

Coronavírus e o turismo: O impacto para o Aluguel de Temporada

Porém, quando as viagens voltarem a ser seguras, um quesito muito importante será o de reavaliar os preços das diárias. Uma boa estratégia é realizar descontos para incentivar os turistas novamente, inclusive investindo em anúncios do seu imóvel.

Mas, enquanto tudo isso ainda não passa, aproveite para organizar o seu imóvel, fazer melhorias, pequenas reformas e estruturar melhor o seu negócio. Assim, quando tudo voltar, você estará mais preparado para atender os visitantes. 


Editar post

Veja os post mais lidos do TemporadaLivre!

Confira agora mesmo as datas dos feriados prolongados de 2020!

Confira agora mesmo as datas dos feriados prolongados de 2020!

24/12/2019
Conheça os principais pontos turísticos de Camaçari - Bahia

Conheça os principais pontos turísticos de Camaçari - Bahia

06/12/2019
Cresce o uso da internet para a busca de hospedagens

Cresce o uso da internet para a busca de hospedagens

11/11/2019
Como alugar meu imóvel por temporada?

Como alugar meu imóvel por temporada?

29/01/2019
divisor de conteúdo