Ainda não sabe para onde ir?
Veja nossas dicas de viagem:

Para a Família
Para a Galera
Para Relaxar
Agito e Curtição

Fatores que poderão influenciar positivamente o turismo brasileiro

14 de Agosto de 2019 - Tempo de Leitura:


  Compartilhar Whatsapp, Facebook

O setor do turismo está com grandes expectativas para a temporada 2019/2020. Algumas noticias que circularam nos últimos tempos pareceram animadoras e prometem esquentar o setor,  fomentando mais viagens e influenciando vários segmentos que se beneficiam com a alta do turismo.

Segundo estudo divulgado pelo Ministério do Turismo, em 2018 houve um crescimento de cerca de 32 mil turistas estrangeiros circulando pelo país, em comparação com o ano anterior. Esse número é bastante significativo, pois apresenta uma melhora no setor, que parecia estar estagnado nos últimos meses.

O TemporadaLivre analisou algumas noticias, tanto do âmbito da economia como em relação ao turismo brasileiro, e realizou um levantamento de diversos fatores que poderão influenciar positivamente o turismo. Com isso, você poderá receber a alta temporada muito mais animado e preparado. 

Fatores que poderão influenciar positivamente o turismo brasileiro

Confira agora alguns fatores que poderão influenciar positivamente o turismo brasileiro:

Liberação do FGTS

O governo anunciou recentemente que irá realizar a liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, o FGTS, e isso pode ser um incentivo para o setor turístico.

Segundo informações, a partir de setembro, os trabalhadores que possuem contas ativas ou inativas (referente ao trabalho atual ou trabalhos anteriores) poderão sacar o valor máximo de R$ 500,00. 

Como o valor não é tão alto, acredita-se que esse dinheiro retornará para o mercado rapidamente, sendo utilizado para bens de consumo ou até mesmo para as férias, já que o período de alta temporada se aproxima. 

Portanto, esse dinheiro "extra" poderá dar uma movimentada no setor e beneficiar o turismo doméstico. 

Fatores que poderão influenciar positivamente o turismo brasileiro

Baixa dos valores de passagem aérea

Com a crise que acometeu não só o Brasil, mas vários países nos últimos tempos, a quantidade de pessoas que circulam pelos aeroportos diminuiu significativamente. 

Grande parte dos turistas estavam procurando alternativas mais baratas, como ônibus ou até mesmo carro, por exemplo. 

Assim, várias companhias aéreas sentiram a necessidade se adequar à nova realidade e muitas empresas passaram a realizar promoções e redução nos custos das passagens aéreas. 

Além disso, a partir de setembro está prevista a chegada de companhias aéreas conhecidas como companhias Low Cost. Essas empresas oferecem passagens aéreas com preços bem mais convidativo, chamando a atenção daqueles que adoram viajar e aquecendo o setor turístico.

Além disso, também beneficia as viagens de trabalho e o turismo de negócios, pois com passagens aéreas mais baratas muitos aproveitam para utilizar esse tipo de transporte em viagens curtas. 

Fatores que poderão influenciar positivamente o turismo brasileiro

Aumento no turismo de negócios

Além do turismo de lazer, que corresponde cerca de 58% das viagens. O turismo de negócios também vem despontando e mostrando ser um mercado à ser explorado. 

De acordo com estudo realizado pela Associação Brasileira das Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), no ultimo ano, houve um crescimento de 14,7% de turismo de negócios no Brasil. 

Isso significa que o Brasil está investindo mais em congressos, convenções, feiras e seminários, gerando uma movimentação de turistas tanto brasileiros quanto estrangeiros, fomentando vários outros segmentos que se beneficiam dessas viagens como: hospedagens, restaurantes, centro de convenções e vários outros. 

Fatores que poderão influenciar positivamente o turismo brasileiro

Liberação do 13º salário

O 13º salário é esperado por muitos e é um dos principais recursos utilizados pelos turistas na hora de viajar, portanto, esse dinheiro é muito importante para o setor do turismo.

A partir de Agosto, alguns trabalhadores já começam a receber a primeira parcela do 13º. Com esse dinheiro, muitos aproveitam para planejar as férias de final de ano. Assim, a partir da liberação das primeiras parcelas, o setor de turismo já começa a perceber uma maior movimentação.

Com isso, todos os setores que envolvem o turismo já começam a se mobilizar para a chegada da alta temporada. 

Fatores que poderão influenciar positivamente o turismo brasileiro

Programa Investe Turismo

O Ministério do Turismo, em parceria com o Sebrae e a Embratur, desenvolveram um projeto que visa um amplo pacote de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, melhoria de serviços, inovação e marketing, voltados para o setor de turismo.

O Programa Investe Turismo, deverá contribuir para o desenvolvimento e aumento da competitividade e qualidade de 30 Rotas Turísticas Estratégicas do Brasil.

Com isso, acredita-se que haverá um fortalecimento do setor turístico e atraindo mais visitantes para essas regiões.

Fatores que poderão influenciar positivamente o turismo brasileiro

Aquecimento do turismo brasileiro

Com todas essas informações, é possível verificar que muitos fatores poderão beneficiar o turismo no Brasil. Por isso, é preciso estar preparado para a chegada da alta temporada, que promete ter uma melhora com um mercado bem mais aquecido. 

Portanto, não deixe de investir em seu imóvel de temporada. Segundo informações divulgadas pelo Ministério do Turismo, mais de mais de 25% dos turistas que vem ao Brasil à lazer buscam por casas de temporada

Além disso, mais de 46% dos turistas utilizam a internet como ferramenta de busca de hospedagens. Portanto, a hora de investir em um anúncio de aluguel de temporada é agora!

Acesse nosso site e veja como é fácil de tornar um anunciante TemporadaLivre.


Editar post

Veja os post mais lidos do TemporadaLivre!

Como alugar meu imóvel por temporada?

29/01/2019

Feriados prolongados de 2019

28/01/2019

Qual é a melhor época para ir para Orlando, Flórida!

25/01/2019

4 motivos para conhecer Porto de Galinhas - PE

24/01/2019