Ainda não sabe para onde ir?
Veja nossas dicas de viagem:

Para a Família
Para a Galera
Para Relaxar
Agito e Curtição

Conheça o antigo Caminho de Peabiru

27 de Junho de 2019 - Tempo de Leitura:


  Compartilhar Whatsapp, Facebook

O sul do Brasil ainda preserva um antigo caminho utilizados pelos indígenas e que liga o litoral catarinense, passando pelo Paraná e chegando até o Peru. Esta trilha é conhecida como Caminho de Peabiru e passa por 4 países da América Latina. A maior parte dela foi sendo perdida com o tempo, devido as mudanças geográficas como construções de estradas e o crescimento das cidades. Porém uma parte dela ainda é possível conhecer, sendo muito visitada por quem quer saber um pouco mais sobre a história do Brasil e ter contato com uma riqueza natural e histórica.

Conheça o antigo Caminho de Peabiru

História do Caminho de Peabiru

A origem da trilha que ligava o oceano Atlântico ao Pacifico ainda está sendo estudada pelos pesquisadores da área. Muitos acreditam que a rota foi traçada pelos povos que habitam a região há mais de 900 anos. Inclusive, o trajeto foi muito utilizado pelos povos incas. Durante o período pré-colonial, as trilhas foram utilizadas para desbravar essas regiões. Portanto, o caminho possui uma grande importância para a colonização do sul do nosso país, pois permitia o acesso a diversos pontos. 

Rotas do Caminho de Peabiru

No total, o Caminho de Peabiru possui 4 mil km e no Brasil, a trilha  passa pelos estados do Paraná, São Paulo e Santa Catarina. A rota inicia-se na cidade de Palhoça, no litoral catarinense, indo em direção ao estado do Paraná. No Paraná, a rota atravessa as cidades de Adrianópolis, Tunas do Paraná, Cerro Azul, Doutor Ulisses, Castro, Tibagi, Reserva, Cândido Abreu, Pitanga, Nova Tebas, Mato Rico, Roncador, Nova Cantu, Altamira do Paraná, Guaraniaçu, Campo Bonito, Braganey, Iguatu, Corbélia, Anahy, Aurora, Iracema do Oeste, Jesuítas, Assis Chateaubriand, Palotina e Terra Roxa, chegando às margens do Rio Paraná. 

Em Curitiba, o caminho realizada uma bifurcação e seguia uma outra rota sentido nordeste, passando por Colombo, Bocaiúva do Sul e Campina Grande do Sul. Ali se dividia novamente, com um caminho para São Paulo e outro para o litoral paranaense, passando por Antonina. Em Araucária, um ramal secundário seguia para Santa Catarina, passando pelos municípios de Contenda, Mandirituba, Tijucas do Sul e Agudos do Sul.

Conheça o antigo Caminho de Peabiru

Caminho de Peabiru hoje

Hoje, apenas pequenos trechos do Caminho de Peabiru resistiram ao tempo. Alguns desses trechos ainda são possíveis conhecer, como o pequeno trecho na região de Palhoça, mais especificamente em Araçatuba, uma praia pequena entre a Enseada de Brito e a Passagem do Maciambu. 

Na cidade de Garuva também é possível conhecer um pouco do caminho. Por lá, o trecho é pavimento com pedras e faz parte de uma das ramificações do trajeto principal. 

Alguns outros pontos também foram demarcados pelos estudiosos do Caminho de Peabiru. Alguns deles ainda preservam sítios arqueológicos. Fato muito importante para as pesquisas históricas da região. Existe, inclusive, projetos para transformar o Caminho de Peabiru em um trajeto turístico, assim como Minas Gerais realizou com a Estrada Real, preservando os pequenos trajetos que ainda restam e abrindo a possibilidade para que a população possa ter contato com essa parte tão rica da nossa história. 

Imóveis para alugar por temporada em todo o Brasil;


Editar post

Veja os post mais lidos do TemporadaLivre!

Como alugar meu imóvel por temporada?

29/01/2019

Feriados prolongados de 2019

28/01/2019

Qual é a melhor época para ir para Orlando, Flórida!

25/01/2019

4 motivos para conhecer Porto de Galinhas - PE

24/01/2019